viernes, 6 de abril de 2018

2018 - MARIA BETHÂNIA E GAL COSTA - MINHA MÃE









Biscoito Fino
21/3/2018

Parceria de César Lacerda com Jorge Mautner, "Minha Mãe" reúne novamente Gal Costa e Maria Bethânia em uma mesma gravação. É o primeiro dueto das cantoras baianas em 28 anos. A faixa vai estar no novo álbum de Gal, ainda sem nome, mas já em fase final de gravação que sairá pela Biscoito Fino.

Mautner fez a letra pensando especialmente nas mães das duas cantoras, dona Mariah Costa Penna (1905/1993) e Dona Canô Vianna Telles Velloso (1907/2012), cuja religiosidade foi herdada pelas filhas. Os versos traçam um paralelo entre a figura materna e Nossa Senhora Aparecida, de quem Gal e Bethânia são devotas. O poema de Mautner foi levado por Marcus Preto, diretor artístico do álbum, para o jovem compositor mineiro César Lacerda, que fez a música. A faixa tem o violão de Pedro Baby, o piano de Carlos Trilha e a sanfona de Mestrinho.

Amigas desde sempre, Gal participou já do primeiro álbum de Bethânia, em 1965, quando cantaram juntas "Sol Negro", de Caetano Veloso. Muitos outros duetos viriam depois, como "Sonho Meu", "O Ciúme", "Filosofia Pura" e o clássico "Oração de Mãe Menininha", entre outros. A gravação mais recente das duas foi "Iansã", registrada no álbum "25 Anos" (1990), de Maria Bethânia.

Produzido pela dupla Marcus Preto e Pupillo, o novo álbum de Gal Costa tem suas gravações concluídas ainda no primeiro semestre.




1983


16/9/2012



Foto: Divulgação / Bob Wolfenson





2018 - GAL COSTA
Participação Especial: MARIA BETHÂNIA
Álbum “A Pele do Futuro”
Biscoito Fino CD BF536-2, Track 11.



MINHA MÃE
Letra: Jorge Mautner
Música: César Lacerda
Editora: Alternetmusic (Dubas) / Gege Edições / Preta Music (EUA e Canadá) 

Quando eu fico muito triste
Eu pego a fotografia da minha mãe
E aperto bem forte no meu peito

Minhas mãos param de tremer
Segurando a fotografia
E meu coração bate mais forte

Mas não é mais uma dor que eu sinto
Eu me transformo
Possuído de uma alegria que invade a mim
E todo esse recinto
E que não tem explicação

E eu choro de alegria
Rezando aos pés de Nossa Senhora Aparecida

Minha mãe me deu a vida
E sempre ela me dará a vida




No hay comentarios:

Publicar un comentario