viernes, 24 de febrero de 2017

2017 - O QUERERES


Será a canção de abertura de “A força do querer”, novela de Gloria Perez. A gravação aconteceu no Estúdio Ilha dos Sapos, em Salvador. Olha quem estava, além, claro, de Caetano Veloso: Marcelo Saboia, Miguel Freitas, Chico Brown e o pai deles dois, Carlinhos Brown, Jaques Morelenbaum e Marcelo, o técnico de som.


O cantor Caetano Veloso entrou em estúdio para regravar a música "O Quereres" para ser tema de abertura da novela A Força do Querer,  e Glória Perez, que estreia em 3 de abril na faixa das 21h na Globo.
 





Marcelo Saboia , Miguel Freitas, Chico Brown, Carlinhos Brown, Caetano Veloso, Jaques Morelembaum e Marcelo nos bastidores da gravação da canção de abertura de 'A força do querer' (Foto: Arquivo pessoal)




A voz e a música de Caetano Veloso voltarão a ser ouvidas diariamente no horário nobre da TV Globo após sete meses. Como noticiou hoje a colunista e crítica de TV do jornal O Globo, Patrícia Kogut, o cantor baiano regravou na Bahia a música O quereres, composta pelo próprio Caetano e lançada há 33 anos no roqueiro álbum Velô (1984), para a abertura da novela A força do querer, programada pela emissora para estrear em abril no horário das 21h. 

A gravação foi feita no estúdio Ilha dos Sapos, em Salvador (BA), com a participação do cantor, compositor e percussionista baiano Carlinhos Brown.
Com a escolha da música O quereres na voz de Caetano, o cantor retornará ao horário nobre da emissora sete meses após o fim de Velho Chico, novela que veiculou na abertura, de 14 de março a 30 de setembro de 2016, uma inédita regravação orquestral da música Tropicália (1968) feita para a abertura por Caetano, compositor do tema-manifesto do movimento que derrubou os muros da música brasileira entre 1967 e 1968.

A escolha de O quereres para a abertura de A força do querer reforça tendência de propagar vozes e sucessos da MPB nas aberturas das novelas das 21h. Atual atração do horário, A lei do amor tem como tema de abertura gravação de O trenzinho do caipira (Heitor Villa-Lobos e Ferreira Gullar, 1978) na voz de Ney Matogrosso.



Caetano Veloso regrava hit para 'A Força do Querer': 'Foi entusiasmante'

'O Quereres' será tema de abertura da nova novela das 9






Trinta e dois anos após o lançamento de "O Quereres", Caetano Veloso voltou ao estúdio para gravar uma nova versão do hit feita exclusivamente para ser tema de abertura de A Força do Querer, próxima novela das 9. "Foi entusiasmante porque Jaquinho [Jaques Morelenbaum] veio com um arranjo de cellos - todos tocados por ele mesmo, como eu tinha pedido, e eu teimei em cantar no mesmo tom da gravação original. Temia que ficasse alto demais para mim agora, mas deu certo", contou o baiano, que está de férias no interior da Bahia.



A letra com ar de poesia barroca nasceu de uma experiência íntima vivida pelo artista na década de 80. "Muitos pensamentos desencontrados se desencadearam e eu precisei dar forma de versos cantados a eles. No processo, a própria língua portuguesa foi tão musa quanto a moça a quem a letra se refere", lembrou.



Caetano revelou que acha maravilhoso o nome da canção - que surgiu apenas quando ele terminou de compor a música: "Adoro a sensação equívoca que dá o artigo no singular e o verbo na segunda pessoa, com um S no final. A substantivação desse infinitivo resulta intrigante - e o título, saído de um dos versos da última estrofe, sugere o clima de desencontros de que a letra toda fala".



Escrita por Gloria Perez e com direção artística de Rogério Gomes, A Força do Querer tem estreia prevista para abril e falará daquele desejo latente que cada um carrega dentro de si - e que acaba interferindo na vida do outro. Mas o que será que Caetano tanto queria há três décadas e o que ele espera da vida em 2017? "Basicamente a mesma coisa: grandeza", respondeu.


 

Jaques Morelenbaum, Caetano e Carlinhos Brown nos bastidores da regravação da música (Instagram.com/caetanoveloso)




 
1984 - Álbum "Velô", Faixa 7.



O QUERERES
Música y letra: Caetano Veloso

© 1984



Onde queres revólver, sou coqueiro

E onde queres dinheiro, sou paixão

Onde queres descanso, sou desejo

E onde sou só desejo, queres não

E onde não queres nada, nada falta

E onde voas bem alta, eu sou o chão

E onde pisas o chão, minha alma salta

E ganha liberdade na amplidão



Onde queres família, sou maluco

E onde queres romântico, burguês

Onde queres Leblon, sou Pernambuco

E onde queres eunuco, garanhão

Onde queres o sim e o não, talvez

E onde vês, eu não vislumbro razão

Onde queres o lobo, eu sou o irmão

E onde queres cowboy, eu sou chinês



Ah! bruta flor do querer

Ah! bruta flor, bruta flor



Onde queres o ato, eu sou espírito

E onde queres ternura, eu sou tesão

Onde queres o livre, decassílabo

E onde buscas o anjo, sou mulher

Onde queres prazer, sou o que dói

E onde queres tortura, mansidão

Onde queres um lar, revolução

E onde queres bandido, sou herói



Eu queria querer-te e amar o amor

Construir-nos dulcíssima prisão

Encontrar a mais justa adequação

Tudo métrica e rima e nunca dor

Mas a vida é real e de viés

E vê só que cilada o amor me armou

Eu te quero (e não queres) como sou

Não te quero (e não queres) como és



Ah! bruta flor do querer

Ah! bruta flor, bruta flor



Onde queres comício, flipper-vídeo

E onde queres romance, rock'n'roll

Onde queres a lua, eu sou o sol

E onde a pura natura, o inseticídio

Onde queres mistério, eu sou a luz

E onde queres um canto, o mundo inteiro

Onde queres quaresma, fevereiro

E onde queres coqueiro sou obus



O quereres e o estares sempre a fim

Do que em mim é de mim tão desigual

Faz-me querer-te bem, querer-te mal

Bem a ti, mal ao quereres assim

Infinitivamente pessoal

E eu querendo querer-te sem ter fim

E, querendo-te, aprender o total

Do querer que há e do que não há em mim



A estrutura do poema, é tirada de cordel. Mas também tem um pouco de “It Ain't Me, Babe”, de Bob Dylan, que diz: ''it ain't me you're lookin’' for, babe”. (do disco “Another side of Bob Dylan”, de 1964).

Lá é diferente, mas alguma coisa em “O Quereres” lembra esse tema, do homem que fala para a mulher: “eu não estou onde você quer”. [2003, Caetano Veloso, Letra só/Sobre as Letras, p. 56]



 



'A Força do Querer' - História

Escrita por Glória Perez, a trama tem previsão de estreia para abril deste ano. Além de Ísis Valverde e Marco Pigossi, a novela contará com Juliana Paes, Rodrigo Lombardi, Emílio Dantas, Fiuk, Dan Stulbach, Bruna Linzmeyer, Paolla Oliveira, Maria Fernanda Cândido, Lilia Cabral, Humberto Martins, Totia Meirelles e Edson Celulari.


O enredo mostra a necessidade do ser humano em sempre querer algo, ter um sonho, um desejo, seja amor, dinheiro, sucesso, identidade, poder, realização profissional. Todos quereres são múltiplos e se interligam, interagem entre si, nesse grande painel da convivência humana, harmonizando-se ou chocando-se uns com os outros. E, para dar o clima certo, ‘O Quereres’, de Caetano Veloso, será a trilha de abertura da novela.





No hay comentarios:

Publicar un comentario