lunes, 1 de febrero de 2016

2009 - "FEVEREIRO EM SANTO AMARO"




Sexta, 9 de Janeiro de 2009.
Caetano Veloso dá canja no ensaio de Jauperi

por Josemar Arlego


Foto: Edgar de Souza
Para a alegria dos milhares de fãs baianos que lotaram o Cais Dourado (no bairro do Comércio) em Salvador, Caetano Veloso cantou, dançou e se divertiu com os filhos Tom e Zeca no ensaio de Jau. Amigos de longa data, Jau e Caetano gravaram juntos Ó Paí, Ó – música tema do filme estrelado por Lázaro Ramos.



No show da última quinta-feira (8/1), além de Ó Paí, Ó, a dupla incendiou o Cais Dourado com Café com Pão (de Davi Moraes), Milagres do Povo (de Caetano) e Meia Lua Inteira (tema da novela Tieta, composta por Carlinhos Brown).

Jau se apresenta novamente em Salvador neste sábado (10), no ensaio do Ilê Ayê e no dia 15 de janeiro, na 1ª Lavagem do Cais Dourado, ao lado de Olodum e Mariene de Castro.



09/01/09 - 11h30 - Atualizado em 09/01/09 - 11h59
Caetano canta com Jauperi em ensaio na Bahia
Dupla dividiu o palco e cantou a música 'Ó pai ó' e outros sucessos.
Evento foi realizado nesta quinta-feira, em Salvador.

Do G1, em São Paulo

Os cantores Caetano Veloso e Jauperi dividiram o palco durante o ensaio de carnaval realizado no Cais Dourado, em Salvador, na noite desta quinta-feira (8).


 



Os dois levantaram o público quando cantaram "Ó Paí Ó", composta por Jauperi, e outros sucessos de Caetano Veloso.


No camarote, os dois cumprimentaram os convidados vips, como o presidente do Olodum, João Jorge Rodrigues, o compositor Sau Barbosa, Heitor Reis e Luis Miranda.




Salvador, 8/1/2009
 

13/1/2009
 


23 de fevereiro de 2009

Gil e Caetano cantam com banda de pagode em Salvador

TIAGO DÉCIMO

Agencia Estado



SALVADOR - A grande surpresa da noite de ontem no Circuito Dodô, em Salvador, foi a banda de pagode baiano Psirico. Quando passou pelo camarote Expresso 2222, comandado pelo ex-ministro da Cultura Gilberto Gil e pela mulher dele, Flora Gil, o vocalista do grupo, Márcio Vitor, convidou o cantor e Caetano Veloso para cantar. A dupla puxou Chuva, Suor e Cerveja, um dos sucessos da carreira de Caetano. Não à toa, Vitor foi ao Circuito Dodô (Barra-Ondina) com uma peruca encaracolada: queria homenagear Caetano, relembrando os tempos em que ele se apresentava com os Doces Bárbaros. 






Caetano é homenageado em Salvador


Pelo jeito o Carnaval baiano está longe de acabar. E Caetano Veloso aproveitou a folia nesta segunda-feira (23) no trio elétrico do Psirico, em Salvador.

No início da noite Caetano ficou ao lado de Márcio Victor em sua apresentação. Dias antes o compositor baiano aproveitou o Carnaval de Recife.

Caetano recebeu uma homenagem dos músicos do Psirico. Na madrugada desta segunda a banda vestiu camisetas com estampas das capas dos álbuns de Caetano. E além das camisetas, o vocalista ainda interpretou sucessos como "Trem das Cores", "À Luz de Tieta" e "Trilhos Urbanos".


Caetano faz dueto com Gil em trio do Psirico

23 de fevereiro de 2009
 
Caetano Veloso, que não costuma marcar presença constante em cima de trios elétricos, surpreendeu o público no Circuito Barra-Ondina e fez um dueto com Gilberto Gil, na madrugada desta segunda-feira.

A dupla deu a canja quando o bloco que era comandado pela banda Psirico parou em frente ao Camarote Expresso 2222. Os dois cantaram a música Chuva, Suor e Cerveja, sucesso de Caetano. Gil tocou guitarra de dentro do seu camarote.

"Eu não sei cantar em trio", disse Caetano, com aparência tímida. O Psirico fez uma homenagem a Caetano no bloco Furacão.

O irreverente Márcio Victor apareceu com uma peruca encaracolada e uma camisa larga, relembrando os tempos do cantor, um dos ícones da música baiana, na época dos Doces Bárbaros, em que dividia os palcos com Gil, Maria Bethânia e Gal Costa.

Durante a passagem do bloco, Caetano apenas apreciou o som do Psirico pela Avenida Oceânica. Márcio Victor cantou sucessos antigos da banda como Toda Boa, um dos hits do Carnaval de 2008, e a mais nova música da banda: Cole na Corda.
 












 





Caetano Veloso faz abertura do carnaval de Recife

Publicada em 3/2/2009
Antônio Carlos Miguel - O Globo



RIO - Caetano Veloso é o convidado especial de Naná Vasconcelos para a já tradicional abertura do carnaval do Recife, marcada para às 19h do dia 20 de
fevereiro, sexta-feira, no Marco Zero, no centro da capital pernambucana.
Este será o oitavo ano consecutivo que o percussionista Naná Vasconcelos
comandará a abertura da folia na capital pernambucana.
Além de Caetano, Naná convidou o jovem pianista Vitor Araújo para participar da festa, que ainda contará com cerca de 600 batuqueiros e a Orquestra Popular da Bomba do Hemetério.

 


Caetano subirá ao palco para abrir o Carnaval do Recife


Portal Terra



RECIFE - Caetano Veloso será um dos grandes nomes que sobem ao palco do Marco Zero nesta sexta-feira, na abertura oficial do Carnaval Multicultural do Recife 2009.

O baiano vai cantar ao lado de 500 batuqueiros de 14 nações de maracatu, comandadas pelo percussionista Naná Vasconcelos, figura tradicional do Carnaval de Pernambuco.

Mais de 500 mil foliões são esperados para a festa. O show deve começar às 19h, no palco do Pólo Multicultural, no Marco Zero, bairro do Recife Antigo. Antes mesmo da abertura oficial, Caetano já subiu ao palco para o ensaio, na quarta-feira.

O cantor também agitou a folia pernambucana no ensaio do Quanta Ladeira, que ocorreu ontem. O bloco é conhecido por suas letras irreverentes, paródias e brincadeiras com personalidades brasileiras.

Nem Caetano não foi poupado das piadas do grupo, composto por Lula Queiroga, Zé da Flauta e Lenine. O Quanta Ladeira deve se apresentar no domingo, às 16h no Pólo Mangue.


20/2/2009


Caetano Veloso saúda o Carnaval recifense

GUILHERME GATIS
Colaboração para o UOL, em Recife
 
"Alegria, Alegria", "Lua de São Jorge", "A Luz de Tieta" e "Asa Branca", de Luiz Gonzaga. Essas foram as canções que Caetano Veloso apresentou para o público recifense na primeira parte de sua participação na abertura do Carnaval. "Estou muito animado por fazer parte desta festa, espero sair daqui com uma maior inspiração artística", comentou o cantor baiano, pouco antes de subir ao palco. 

Caetano Veloso canta na abertura do Carnaval do Recife (20/02/09)




 

Caetano esteve no Carnaval do Recife há dois anos, mas apenas como folião. Esta é a primeira vez que o cantor se apresenta durante o período carnavalesco em Pernambuco. "O Carnaval daqui é muito especial, é uma festa livre", definiu. Ao ser perguntado sobre uma possível rivalidade entre os Carnavais de Recife e Salvador, desconversou. "Não acho que exista uma rixa, são apenas formas diferentes de se viver o Carnaval".

Uma forte chuva freou o ânimo de alguns foliões no começo da noite, antes de Caetano subir ao palco do Marco Zero. Os que não se preocuparam com a mudança de tempo fora de hora foram recepcionados por um cortejo de maracatu, comandado pelo percussionista Naná Vasconcelos. Era o início da ceriônia de abertura do Carnaval Recifense.

Por volta das 20h, o percussionista recebeu o prefeito da capital pernambucana, João da Costa, que declarou oficialmente aberto o Carnaval. Foi a deixa para o Maestro Forró começar a "desburocratização" musical que prometeu. Trechos de música clássica, como o número "Assim falou Zaratustra", de Strauss -- famosa como trilha sonora do filme "2001, Uma Odisséia no Espaço" -- receberam o eco forte da percussão das 14 nações de maracatu presentes.

O diálogo musical ficou ainda mais rico com a presença do jovem pianista Vitor Araújo. Contagiado pela massa sonora do encontro entre as músicas popular e erudita, Araújo subiu nas teclas do piano, em uma performance surpreendente.



21/2/2009

Caetano Veloso e Vasconcelos abrem festividades em Recife


da agência estado, de Recife
 



19/2/2009 - Ensaio

Pelo nono ano consecutivo, o percussionista Naná Vasconcelos assumiu a batuta, às 19 horas de ontem, na Praça do Marco Zero, e comandou o show de abertura do carnaval do Recife, que contará com 600 batuqueiros de 14 nações de maracatu de baque virado. O convidado especial da noite foi Caetano Veloso, que, na noite de quarta, ensaiou o repertório que inclui Alegria, Alegria, Lua de São Jorge e Meia Lua Inteira, ao som do ritmo afro.

Na sequência, os foliões curtiram show de Mestre Forró e Orquestra da Bomba do Hemetério, Coral Edgar Moraes – que canta frevos líricos – Miúcha e Claudionor Germano. Pelos 16 polos de folia espalhados pela cidade – oito no centro e oito em bairros da periferia –, se apresentarão 320 artistas, entre locais e nacionais: Maria Rita, Pitti, Leci Brandão, Jorge Mautner, Oto, Nação Zumbi e o francês Manu Chao.

Os shows, de graça, são apenas uma das atrações do carnaval recifense e pernambucano, que se orgulha de fazer carnaval de rua multicultural, que é “o maior do mundo”, conforme divulga a propaganda oficial. Desde a semana passada, troças, bois, maracatus de baque virado, maracatus de baque solto, ensaios de escolas de samba e muito frevo dominam o Recife, Olinda e interior.

Galo
No Recife, a grande estrela do carnaval é o Galo da Madrugada, maior bloco carnavalesco do mundo, que entrou para o Guinness Book por arrastar mais de 1 milhão de foliões. No primeiro ano do evento, eram apenas 75 a correr atrás do trio. O tradicional bloco sai amanhã. A 32ª edição do Clube das Máscaras Galo da Madrugada tem como tema “Enéas, alegria do carnaval”, em homenagem a um dos fundadores.




26/2/2009



Por uma abertura diferente



Naná Vasconcelos e Caetano Veloso





Naná Vasconcelos é um dos maiores percussionistas do mundo, isso é inegável. Reconhecido por vários artistas do meio musical, já encantou muita gente. Lembro de uma cena memorável que tive a oportunidade de presenciar por meio do youtube - Naná acompanhando Milton Nascimeto em "Canções e Momentos".

A idéia dele abrir o carnaval do Recife, no começo, era interessante, até porque se resumia aos batuqueiros. Mas acredito que essa abertura precisa ser repensada. Ano retrasado, fui conferir Maria Bethânia como convidada de Naná. Foi constrangedor vê-la desafinar por não conseguir acompanhar o som dos maracatus. Ano passado, dei nova chance à programação e foi triste ver Marisa Monte fazer um esforço tremendo para cantar, assim como Elza Soares. Apesar de ter mais de não sei quantos batuqueiros, estando ali, ao lado, quase não se ouve o som, pois só há microfone para os artistas no palco. A música muda, mas a batida dos tambores continua a mesma.

Como fã de Caetano Veloso me neguei a ir conferir a abertura deste ano. Mas como jornalista, no dia seguinte, peguei o material gravado pela reportagem. Caetano Veloso cantava ao vento, no escuro, como ele mesmo declarou após a apresentação em uma entrevista ao Diario de Pernambuco.

Acredito que, por ser respeitado e admirado, os cantores não recusam o convite de Naná. Ouvi muitos comentários a respeito da falha na abertura, de pessoas que não querem mais ver esse tipo de apresentação. Se é para gastar, que o artista possa depois fazer um show, com sua banda, e não simplesmente cantar 5 ou 6 músicas, sem emoção, e ir embora, deixando os fãs decepcionados.

Naná pode e deve ficar, não necessariamente na abertura, quem sabe como instrumentista em vez de maestro, mas é preciso uma repaginada.






23/1/2009 



Quem Online



Caetano Veloso canta no aniversário de Tatau do Araketu

O cantor sobe ao palco e abraça o colega, em Salvador



Caetano Veloso cantou no aniversário de 41 anos de Tatau, do grupo Araketu, na noite desta quinta-feira (22). Cerca de 2.500 pessoas lotaram a Praça da Cruz Caída, em Salvador.



"Esse é o melhor presente que eu poderia ganhar. Comemorar meu aniversário com minha família, amigos e o meu público, não tem coisa melhor na vida!", disse Tatau.

Caetano deu um abraço em Tatau e seguiu para a tradicional Lavagem de Santo Amaro da Purificação, onde faria show ao lado de Maria Bethânia. Beto Jamaica, Reinaldo (Ex-Terra Samba), Compadre Washington e Xanddy.

 







21/2/09
Filho de Caetano Veloso se diverte com DJ em camarote
Antes de assumir as pick-ups, Zeca Veloso dançou músicas de funk na pista.


Zeca Veloso, filho de Caetano, não aguentou esperar a sua hora de assumir as pick-ups e acompanhou o trabalho da DJ Paty, no camarote do Expresso 2222, em Salvador. O aspirante a DJ dançou funk ao lado da colega e mostrou que não tem preconceito com estilos: 'Gosto de todos os gêneros de música', falou.





Entre a passagem de um trio elétrico e outro, os convidados do camarote Expresso 2222 não ficam parados. Além do show da banda Moinho, liderada por Emanuelle Araújo, os foliões conferem a apresentação do DJ Zeca, filho de Caetano Veloso, que comanda a boate do espaço vip. O garoto já possui até fã-clube e promete ser uma revelação da noite. Já Caetano Veloso está no Recife, onde abriu o carnaval da capital pernambucana.






22/2/2009 
Ilê Aiyê começa desfile com Caetano e bênção de mãe Hilda do Curuzu
Bloco afro deve atrair 30 mil pessoas nesta madrugada.
Cantor e outros famosos participaram de ritual do candomblé.
Dolores Orosco
Do G1, em Salvador

Caetano Veloso, a top model Talitha Pugliese, a atriz Alessandra Negrini e mais de cinco mil foliões famosos e anônimos foram receber as bênçãos de mãe Hilda, a matriarca do Ilê Aiyê, na noite deste sábado (21). Baianas jogaram pipoca e milho branco na multidão que se reuniu em frente ao sobradinho da mãe-de-santo de 86 anos, na ladeira do Curuzu, em Salvador.



Ao som dos tambores do Ilê, membros da diretoria soltaram pombas brancas e entoaram cânticos africanos, acompanhados por um bom coro da multidão. “Esse ritual é para trazer paz e abrir os caminhos para a passagem do nosso bloco”, explicou Antônio Carlos dos Santos, presidente do grupo afro, conhecido na comunidade de Curuzu como “Vovô”.



“A pipoca e o milho servem para trazer alegria e leveza. Os foliões são benzidos, o trio elétrico também, para que tudo transcorra bem”, conta "Vovô". O ritual inspirado nas práticas do candomblé acontece há 35 anos, desde a fundação do Ilê.


Caetano Veloso recebê bênção na casa de mãe Hilda - Foto: Eduardo Freire/ G1




À frente do bloco, ao lado dos principais diretores, saiu Edilene Alves, eleita a rainha do Ilê no tradicional concurso Beleza Negra promovido há 30 anos. “Este ano tentamos reunir todas as nossas ‘deusas do ébano’ mas não foi possível. Algumas foram morar no exterior, outras morreram e teve uma boa parte que virou evangélica”, explicou Raimundo Santos, integrante da equipe do Ilê e o responsável pela estamparia dos abadás.
“Emeralda Pérola Negra do Equador” é o tema do desfile neste carnaval. Segundo o presidente do bloco, trata-se de uma homenagem à comunidade negra latina que não sofreu com a escravidão e conseguiu manter suas raízes africanas.

O bloco percorreu o Largo da Lapinha, na Liberdade, para em seguida ir para o trio que percorrerá o Campo Grande até a Praça da Sé. A expectativa é que 30 mil foliões sigam os tambores do Ilê.
 











22/02/2009 - 09h00 - Atualizado em 22/02/2009 - 12h13
Gil, Caetano e Manu Araújo encontram com Daniela Mercury e Margareth
Trio estava no camarote Expresso 2222 quando o trio da rainha do Axé passou.
Daniela Mercury comemorou 10 anos de bloco sem cordas neste sábado, na Barra.
Glauco AraújoDo G1, em Salvador



 

A cantora e atriz Emanuelle Araújo, Gilberto Gil e Caetano Veloso admiram o trabalho de Daniela Mercury e Margareth Menezes durante a passagem do bloco da Rainha do Axé, na noite deste sábado, na avenida Oceânica, em Salvador (Foto: Kleber Galvão/G1)


 




23 de fevereiro de 2009

Jammil faz dueto com Caetano Veloso no Farol da Barra

A banda Jammil recebeu um convidado especial na sua apresentação no Circuito Barra-Ondina, nesta segunda-feira. O cantor Caetano Veloso fez um dueto com o grupo no bloco Balada em frente ao Farol da Barra.

Esta é a segunda aparição de Caetano Veloso no Carnaval baiano neste ano. O cantor, que não costuma cantar em cima de trios elétricos, interpretou Chuva, Suor e Cerveja com Gilberto Gil, em frente ao camarote Expresso 2222.

Caetano estava em cima do trio elétrico do bloco comandado pela banda Psirico no Barra-Ondina.
 
Um Carnaval que deixará muitas saudades. A galera do Jammil e Uma Noites está super feliz com o resultado do Carnaval 2009. Além de emplacar "Tchau, I Have To Go Now", como um dos grandes hits da folia na capital baiana e o Bloco Balada ter desfilado mais uma vez lotado, até Caetano Veloso se rendeu ao carisma da banda e subiu no trio Demolidor 2, na segunda-feira (23/2).

Muito à vontade, Caetano Veloso cantou "Chuva, Suor e Cerveja", "Tieta" e "Tempo de Estio", sendo que esta última Caetano Veloso gravou com o Jammil e Uma Noites no CD/DVD Três e faz parte da trilha sonora da novela "Negócio da China", da Rede Globo de Televisão.




 




24/2/2009 - 08h30

Caetano Veloso adere a 'Obamania' no carnaval de Salvador

Músico chegou ao camarote Expresso 2222 e foi descansar para o quarto dia de folia.
Caetano usou camiseta com rosto de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos.

Glauco Araújo
 Do G1, em Salvador




 
Caetano Veloso mostra sua camiseta que tem o rosto de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos. Ele aproveitou para fazer uma visita de carnaval a Gilberto Gil no camarote na Barra-Ondina (Foto: Edgar de Souza/G1)



 
Caetano apareceu no camarote do amigo Gilberto Gil no começo da madrugada desta terça (24)





No hay comentarios:

Publicar un comentario