miércoles, 14 de octubre de 2015

2004 - SENNA IN CONCERT




O Ano Ayrton Senna do Brasil foi inaugurado com um grande show no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. 

O evento, que aconteceu no dia 20 de março, um dia antes do aniversário no qual Senna completaria 44 anos, reuniu ídolos como Milton Nascimento, Caetano Veloso, Chico Buarque, Daniela Mercury, Frejat, Gilberto Gil, Ivete Sangalo e a dupla Sandy e Júnior. Além dos músicos, também participaram as celebridades Xuxa, Chico Pinheiro, Galvão Bueno, Dunga e Emerson Fittipaldi. 

Cerca de 30 mil pessoas compareceram à festa que celebrou os valores de Ayrton e a importância que ele tem para o país. “Queremos festejar seus valores, ativando o Ayrton Senna que há dentro de cada um de nós e lembrar que com garra, determinação e disciplina, todos podemos ser campeões e conquistar nossos sonhos”, declarou Viviane Senna no encerramento do show. A renda do espetáculo foi revertida para o Instituto Ayrton Senna.




 
 

 





Foto: Paulo Freitas







 






 

 






 
















Ivete Sangalo, Caetano Veloso, Sandy e Junior nos bastidores



29/03/2004

Megashow para Senna

Artistas de primeiro time cantam para 25 mil pessoas no evento em homenagem ao piloto Ayrton Senna, morto há 10 anos

Luciana Franca



No final do show, Viviane Senna agradeceu a presença do elenco de estrelas da MPB


A emoção do megashow Senna in Concert, realizado no sábado 20 no estádio do Pacaembu, em São Paulo, começou logo na largada, quando o locutor Galvão Bueno narrou uma corrida do tricampeão Ayrton Senna. O primeiro evento do Ano Ayrton Senna, idealizado pelo instituto que leva o nome do piloto morto em 1994, contou com encontros inéditos no palco e muitas homenagens. Caetano Veloso fez dueto com Sandy em “Sampa” e Frejat dividiu o microfone com Junior. Milton Nascimento cantou com Chico Buarque “Cio da Terra”, canção que não interpretavam juntos desde 1980. Gilberto Gil, Daniela Mercury e Ivete Sangalo também animaram o público de 25 mil pessoas.

“Ele é a nossa motivação para lutar por um mundo melhor”, disse Xuxa, ex-namorada de Ayrton Senna. Outras personalidades como a atriz Cristiane Torloni e os ex-atletas Dunga e Hortência também prestaram homenagem ao piloto, que completaria 44 anos no dia seguinte, 21 de março. Gustavo Kuerten, Herbert Vianna e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fizeram o mesmo, mas participaram do tributo por meio de mensagens gravadas transmitidas por um telão. “Tenho muito orgulho por ser brasileiro como ele”, disse Lula, que foi vaiado pela platéia.




No hay comentarios:

Publicar un comentario