miércoles, 30 de octubre de 2013

1992 - ZECA LAVIGNE VELOSO






"Caetano revive a alegria de ser pai" (O Globo, 9/3/1992)

"Nasce Zeca Veloso, 2° filho de Caetano" (O Estado de Sao Paulo, 9/3/1992)

"O papai Caetano" (O Dia, 11/3/1992)








Foto: Christina Bocayuva / Folhapress

Foto: Christina Bocayuva / Folhapress


7/3/92


























28/2/1993 - Batizado de Zeca Veloso, Santo Amaro






  




   






1994












 










 







7/3/1995 - Folha de S.Paulo

1995 - Caetano Veloso e seu filho Zeca, durante festa de aniversário do menino


1995 - Caetano Veloso, Paula Lavigne e Zeca Veloso em Salvador
Foto: Xando Pereira/Folhapress

Caetano Veloso dá receita casera para o filho antes de o pequeno
Zeca mandar ver no microfone em sua festa de aniversário
Foto: Xando Pereira / Folhapress

1995 - Paula Lavigne, durante festa de aniversário do filho Zeca
Foto: Xando Pereira/Folhapress




















 






















 



 

















 7/8/1997








1999

2000



2002 - Zeca Veloso e Clarice Falcão


2003 - Zeca en Salvador




TEATRO LEBLON
Lisbela e o Prisioneiro

Autor: Osman Lins
Adaptación: Guel Arraes, Jorge Furtado y Pedro Cardoso
Producción: Natasha Enterprises Ltda, Paula Mafra Lavigne, Arthur Lavigne Junior
Dirección: Guel Arraes
Elenco: Virgínia Cavendish, Selton Mello, André Mattos, Aramis Trindade, Lívia Falcão, Lúcio Mauro F. y Tadeu Mello
Desde 21/02/02 hasta 31/03/02

Caetano e Zeca - Teatro Leblon 21/2/2002









2003 - Zeca en "Lisbela e o prisioneiro"


2004 - Zeca en el set de filmación de "O Coronel e o Lobisomem"

2005 - Zeca en "O Coronel e o Lobisomem"



2006 - 14 anos









2008

2009

2009



28/5/2009 - Zeca Veloso, filho de Caetano Veloso e Paula Lavigne, ataca de DJ na inauguração da loja Dsquared2, na rua Oscar Freire, em São Paulo
Foto: Mastrangelo Reino / Folhapress

2010



2016

14/10/2017 - Show Caetano Moreno Zeca Tom Veloso (SP) - Foto: Manuela Scarpa

Foto: Daryan Dornelles
7/3/2018

“Hoje é aniversário de Zeca Veloso. Quando ele nasceu, Moreno Veloso já era grande e eu o chamava “Meu Filho”. Aí Zeca ficou sendo “Meu Filhinho”. Hoje é um homem com sua própria visão de mundo, escreve canções que são tão só dele que a gente se comove. No show que fazemos juntos, sua voz celestial parece um milagre cotidiano. A canção “Todo homem” se tornou um acontecimento na sensibilidade brasileira atual de que muita gente me vem falar assombrada. Felicidades grandes e firmes para Meu Filhinho.”

[Caetano Veloso, 7/3/2018]



Zeca e Caetano

Moreno, Zeca e Caetano


Fonte: Facebook

No hay comentarios:

Publicar un comentario