martes, 29 de octubre de 2013

1972 - MORENO GADELHA VELOSO


Novembro 1972 - Dedé Gadelha
Imagem: Facebook Moreno Veloso


"Caetano será pai em dezembro" 
[Jornal do Brasil, 4/5/72]

"Filho de Caetano nasce na Bahía com 3,4 quilos, pele clara e cabelo encaracolado" 
[Jornal do Brasil, 23/11/72]

"Novo baiano faz Caetano parar show: seu filho" 
                                                                                      [O Globo, 23/11/72]

"Chegada de Moreno levou Caetano correndo à Bahia" 
                                                                        [Correio da Manhã, 23/11/72]

"Caetano agora só curte o filho" 
[Revista Cartaz, 30/11/72]

"Moreno Veloso – O filho de Caetano Veloso com Dedé – Nasceu” 
[Revista Manchete, 9/12/72]

"Caetano vai 'curtir' uma de papai" 
[Revista Romântica, Dezembro 1972]





1972
Revista inTerValo 2000
Ano X - n° 489
29 de maio de 1972

Capa: Regina Duarte
Foto de Sérgio Jorge
Editora Abril





 

 

 







 
1972
Revista Contigo 
n° 104 - Maio

O FILHO DE CAETANO VELOSO






 
Revista
ROMÂNTICA
Ano XII - n° 140
Dezembro 1972
 



 
 
 


 

 
 
 



Salvador, 22/11/1972 - Nascimento de Moreno Veloso












 
 





 
1972
Revista Amiga
n° 134
12 de dezembro de 1972










 
1973
Revista CONTIGO
Ano IX - n° 115
Janeiro de 1973






2/2/1973 - Batizado de Moreno



Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem
Os padrinhos: Gal Costa e Rogério Duarte




















Um canto de afoxé para o Bloco do Ilê, 1982
Salvador, Praça do Budião






Fotos: Adriana Engrácia Oliveira Costa





Pedro Gil / Moreno Veloso












 


Foto: Mário Luiz Thompson


 


 


 







Festival Julho em Salvador, 7/8 y 9 de julio de 1995






 


 







 

 

 










Moreno en Buenos Aires, 24/9/2010






 
22/11/2016
Hoje a criança da foto completa 44 anos, parabéns Moreno Veloso!


"COISA BOA. Hoje é aniversário de Moreno. Seu nascimento foi o único verdadeiro acontecimento de minha vida adulta. Estivemos sempre unidos, desde que ele botou sua cara no mundo. Somos amigos de grande confiança. Cantar para fazê-lo dormir era minha maior felicidade. Ele correspondeu com uma sabedoria que acolhe qualquer aspecto de minha personalidade (minhas conquistas, meus problemas) com clareza e cuidado. E se traduz em amor à visão matemática do mundo como sendo mais profunda do que os sentimentalismos de Saint Exupéry e, finalmente, em música de impressionante pureza. Meu amigo, meu herói, Moreno é um farol de luz firme e branda em minha vida. Conversava comigo mas se interessava mais pelo violão de Gil. Assim ele cresceu e tornou-se pai de Rosa e José, de quem ele possivelmente é melhor pai do que eu pude ser. Coisa Boa é disco de alma límpida, de apaixonada atenção aos sons. O dia do nascimento de Moreno é o maior dos dias em meu calendário. (...)"

Caetano Veloso













No hay comentarios:

Publicar un comentario